Lambda Resource

Lambda é um serviço de computação serverless fornecido pela Amazon Web Services (AWS). Ele permite que você execute código de forma escalável e confiável, sem a necessidade de provisionar ou gerenciar servidores. Com o Lambda, você pode criar funções que são acionadas por eventos, como alterações em buckets do S3, atualizações em tabelas do DynamoDB, mensagens recebidas no serviço de fila SQS, entre outros. Cada função é executada em um ambiente isolado e é automaticamente dimensionada conforme a demanda, eliminando a necessidade de dimensionamento manual. Além disso, o Lambda oferece suporte a várias linguagens de programação, incluindo Python, Node.js, Java, C# e Go, permitindo que você escolha a linguagem de sua preferência. Com sua flexibilidade e escalabilidade, o Lambda é amplamente utilizado para construir arquiteturas de microsserviços, processamento de eventos em tempo real, criação de APIs sem servidor e automatização de tarefas, tornando o desenvolvimento de aplicativos mais ágil e eficiente.
 

Como monitorar Lambda na One Platform

 

1 – No menu lateral, clique em Services Hub



2 – Na categoria Serverless, clique no card Lambda



3 – Você será direcionado para o formulário de configuração do AWS Lambda , preencha os campos



4 – Caso queira, você poderá configurar a abertura automática de incidente. Na seção Open automatic incident, preencha os campos:

  • Severity -> Escolha entre “SEV-1 – Critical”, “SEV-2 – High”, “SEV-3 – Moderate”, “SEV-4 – Low”, “SEV-5 – Informational” ou “Not Classified”;
  • Check Interval in seconds -> É o intervalo em que haverá checagem (este intervalo não pode ser menor que o número de falhas x o Interval configurado no formulário do monitoramento;
  • Failures to open automatic incident -> É a quantidade de falhas necessárias para abertura do incidente automático;
  • Check Interval in seconds -> É o intervalo em que haverá checagem (este intervalo não pode ser menor que o número de hits x o Interval configurado no formulário do monitoramento;
  • Hits to close automatic incident -> É a quantidade de hits necessários para o fechamento do incidente automático;
  • Responders -> São os times que serão notificados caso haja incidentes neste monitoramento, podendo adicionar um ou múltiplos times

Caso necessite, poderá criar um time clicando em + RESPONDER, será direcionado para o formulário de criação do time, em seguida clique no botão  para o novo time aparecer na listagem

***Não se esqueça de ativar a chave Enable to set up automatic incidents opening para salvar as configurações de abertura de incidente automático



5 – Clique em CREATE MONITORING 


Lambda é um serviço de computação serverless fornecido pela Amazon Web Services (AWS). Ele permite que você execute código de forma escalável e confiável, sem a necessidade de provisionar ou gerenciar servidores. Com o Lambda, você pode criar funções que são acionadas por eventos, como alterações em buckets do S3, atualizações em tabelas do DynamoDB, mensagens recebidas no serviço de fila SQS, entre outros. Cada função é executada em um ambiente isolado e é automaticamente dimensionada conforme a demanda, eliminando a necessidade de dimensionamento manual. Além disso, o Lambda oferece suporte a várias linguagens de programação, incluindo Python, Node.js, Java, C# e Go, permitindo que você escolha a linguagem de sua preferência. Com sua flexibilidade e escalabilidade, o Lambda é amplamente utilizado para construir arquiteturas de microsserviços, processamento de eventos em tempo real, criação de APIs sem servidor e automatização de tarefas, tornando o desenvolvimento de aplicativos mais ágil e eficiente.
 

Como monitorar Lambda na One Platform

 

1 – No menu lateral, clique em Services Hub



2 – Na categoria Serverless, clique no card Lambda



3 – Você será direcionado para o formulário de configuração do AWS Lambda , preencha os campos



4 – Caso queira, você poderá configurar a abertura automática de incidente. Na seção Open automatic incident, preencha os campos:

  • Severity -> Escolha entre “SEV-1 – Critical”, “SEV-2 – High”, “SEV-3 – Moderate”, “SEV-4 – Low”, “SEV-5 – Informational” ou “Not Classified”;
  • Check Interval in seconds -> É o intervalo em que haverá checagem (este intervalo não pode ser menor que o número de falhas x o Interval configurado no formulário do monitoramento;
  • Failures to open automatic incident -> É a quantidade de falhas necessárias para abertura do incidente automático;
  • Check Interval in seconds -> É o intervalo em que haverá checagem (este intervalo não pode ser menor que o número de hits x o Interval configurado no formulário do monitoramento;
  • Hits to close automatic incident -> É a quantidade de hits necessários para o fechamento do incidente automático;
  • Responders -> São os times que serão notificados caso haja incidentes neste monitoramento, podendo adicionar um ou múltiplos times

Caso necessite, poderá criar um time clicando em + RESPONDER, será direcionado para o formulário de criação do time, em seguida clique no botão  para o novo time aparecer na listagem

***Não se esqueça de ativar a chave Enable to set up automatic incidents opening para salvar as configurações de abertura de incidente automático



5 – Clique em CREATE MONITORING