Configuração o Lead Time for Changes em uma integração Github

O Lead Time for Changes é uma Dora Metrics
que tem o objetivo de medir a velocidade da implantação de um código ou
software, a partir do fechamento de uma release do produto até sua
chegada ao ambiente de produção. A métrica ajuda a compreender melhor o
ciclo de uma solução criada por sua equipe, fazendo com que sejam
realizadas o mais rápido possível.

Para medir a velocidade, é necessário
saber em qual momento a demanda foi identificada e o tempo investido
para executá-la. Além de ajudar a reduzir o tempo de resposta para
corrigir falhas em um aplicação, o Lead Time for Changes ajuda na
automatização de implementação e melhora o processo de lançamento. A
organização de releases menores e frequentes tende a evoluir
continuamente a qualidade. Um Lead Time ocorre quando merge realizado na
target branch, quando isso ocorre ele olha todos os commits que estão
no merge e verifica o intervalo da data do merge com a data do commit
mais antigo. Isso pra cada evento de merge realizado na target branch.
Na plataforma é exibido a média simples dos últimos 30 dias (soma total
de tempo dos Lead Times / número de Lead Time).

Para configurar na One Platform, você
precisa, primeiro, acessar a página de integrações, localizada no menu
lateral esquerdo na aba Integrations, escolher se deseja fazer essa integração via Github ou Bitbucket e logo após clicar em “Install new integration”.




Após clicar para instalar a nova
integração, a janela será redirecionada para o Github. Você deverá fazer
o login, e assim que entrar na ferramenta, escolher uma organização
para instalar a nossa aplicação. É bom lembrar que, atualmente só
oferecemos compatibilidade com organizações do Github, contas pessoais
não irão funcionar.


Após escolher a organização, uma tela de configurações será exibida. Você pode escolher entre instalar todos os repositórios, em “All repositories” ou selecionar um repositório em “Only select repositories”. Caso decida selecionar o repositório um por um e aconteça de esquecer e na hora da integração, esse repositório não apareça, você precisará mudar as configurações.



Assim que escolher a melhor opção
para você, clique em “Install”. Após instalar a nossa aplicação no
Github, você será redirecionado para a tela de integração, onde poderá
conectar aplicações com repositórios.


 

Conectando aplicações com repositórios

Para associar um repositório da
sua organização com uma aplicação, clique no botão verde com o nome
“Connect application” e você será direcionado para uma tela de
configuração. Nela, você pode escolher o produto ou não para conectar
com a aplicação no campo “Choose the product” e, logo abaixo, escolher a
aplicação deste produto (“Choose the application”), a integração
(“Choose the integration”) e o repositório da integração que você irá
associar a essa aplicação (“Choose the repository”). Ressaltamos que é
um repositório por aplicação.

Após fazer as escolhas nos campos, é preciso escolher a target
branch. A escolha da target branch é importante, pois ela deve ser a
principal branch do repositório. Geralmente é a main ou master e a
plataforma irá receber os pull request que serão margeados nessa branch e
calcularemos os Lead Times for Changes. É importante estar exatamente
igual no Github.

Após terminar as configurações, clique em “Finish integration”.



O valor do Lead Time for Changes irá
aparecer na página da aplicação associada, do produto escolhido. Você
pode localizar o valor gerado, baseado nos últimos 30 dias, no último
box a direita da sua tela.

 

 

Desvinculando aplicações

Caso queira desvincular uma
aplicação, vá até a aplicação veiculada desejada, clique no botão com
formato de um lápis e uma caixa de edição aparecerá. Procure pela
aplicação que deseja desvincular, clique no botão com formato de lixeira
e após aparecer a confirmação, clique em “Delete connection” para
desvincular a aplicação.




 

O delete da integração pode ser feito diretamente pelo github, clique no botão com  isso sera redirecionado para o github, desça a pagina, em Danger zone clique em Uninstall


O Lead Time for Changes é uma Dora Metrics
que tem o objetivo de medir a velocidade da implantação de um código ou
software, a partir do fechamento de uma release do produto até sua
chegada ao ambiente de produção. A métrica ajuda a compreender melhor o
ciclo de uma solução criada por sua equipe, fazendo com que sejam
realizadas o mais rápido possível.

Para medir a velocidade, é necessário
saber em qual momento a demanda foi identificada e o tempo investido
para executá-la. Além de ajudar a reduzir o tempo de resposta para
corrigir falhas em um aplicação, o Lead Time for Changes ajuda na
automatização de implementação e melhora o processo de lançamento. A
organização de releases menores e frequentes tende a evoluir
continuamente a qualidade. Um Lead Time ocorre quando merge realizado na
target branch, quando isso ocorre ele olha todos os commits que estão
no merge e verifica o intervalo da data do merge com a data do commit
mais antigo. Isso pra cada evento de merge realizado na target branch.
Na plataforma é exibido a média simples dos últimos 30 dias (soma total
de tempo dos Lead Times / número de Lead Time).

Para configurar na One Platform, você
precisa, primeiro, acessar a página de integrações, localizada no menu
lateral esquerdo na aba Integrations, escolher se deseja fazer essa integração via Github ou Bitbucket e logo após clicar em “Install new integration”.




Após clicar para instalar a nova
integração, a janela será redirecionada para o Github. Você deverá fazer
o login, e assim que entrar na ferramenta, escolher uma organização
para instalar a nossa aplicação. É bom lembrar que, atualmente só
oferecemos compatibilidade com organizações do Github, contas pessoais
não irão funcionar.


Após escolher a organização, uma tela de configurações será exibida. Você pode escolher entre instalar todos os repositórios, em “All repositories” ou selecionar um repositório em “Only select repositories”. Caso decida selecionar o repositório um por um e aconteça de esquecer e na hora da integração, esse repositório não apareça, você precisará mudar as configurações.



Assim que escolher a melhor opção
para você, clique em “Install”. Após instalar a nossa aplicação no
Github, você será redirecionado para a tela de integração, onde poderá
conectar aplicações com repositórios.